PROJETOS

H2020 Open Science Hub Network - desenvolvimento comunitário liderado pela comunidade escolar, através de investigação e inovação

A Plataforma de Ciência Aberta - Município de Figueira de Castelo Rodrigo integra o consórcio europeu Open Science Hub Network (OSHub.Network; oshub.network), financiado pelo programa-quadro da União Europeia H2020. A Open Science Hub Network tem como objetivo envolver e apoiar as escolas e intervenientes locais em práticas de investigação e inovação, como ferramentas para abordar desafios localmente relevantes e contribuir para o desenvolvimento sustentável da comunidade.

H2020 EU-Citizen.Science - plataforma europeia para a Ciência Cidadã

A Plataforma de Ciência Aberta (PCA) - Município de Figueira de Castelo Rodrigo (www.plataforma.edu.pt), em colaboração com a Rede de Comunicação de Ciência e Tecnologia de Portugal (http://scicom.pt/) e a Universidade de Coimbra (https://www.uc.pt/), integra o consórcio europeu EU-Citizen.Science (http://eu-citizen.science/), financiado pelo programa-quadro da União Europeia H2020. O EU-Citizen.Science tem como objetivo construir uma plataforma central para a ciência cidadã na Europa, permitindo a partilha de recursos relevantes, incluindo ferramentas, boas práticas e módulos de formação.

Drinkable Rivers

A Plataforma de Ciência Aberta - Município de Figueira de Castelo Rodrigo integrou o projeto europeu “Rios Potáveis” (nome original: “Drinkable Rivers”) e realizou no passado dia 21 de outubro as primeiras medições para analisar a qualidade da água do rio Douro, junto ao cais fluvial de Barca D’Alva.

Figueira Circular

O Município de Figueira de Castelo Rodrigo foi financiado pelo Fundo Ambiental: Re-Educa, para criar um sistema de economia circular que recompensa a reutilização de desperdícios e a sua transformação em produtos de valor acrescentado, através da criação da moeda local - “Sustento” -, promovendo assim a adoção de práticas mais sustentáveis no uso eficiente e duradouro dos recursos.

 Escola Aberta & Cidadania Ativa

A Plataforma de Ciência Aberta - Município de Figueira de Castelo Rodrigo, em colaboração com o Agrupamento de Escolas de Figueira de Castelo Rodrigo, tem vindo a trabalhar na conceptualização, desenvolvimento, implementação e avaliação da estratégia educativa Escola Aberta, em contexto formal, ao nível da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento, através de um trabalho contínuo de co-criação e colaboração com os professores, e que vai agora no 2º ano de implementação.

Clube de Ciência Viva na Escola - Agrupamento de Escolas de Figueira de Castelo Rodrigo

O Clube Ciência Viva na Escola (CCVE) - Agrupamento de Escolas de Figueira de Castelo Rodrigo (AEFCR) pretende ser um espaço de colaboração entre professores, alunos, famílias e parceiros locais/regionais para a co-criação e desenvolvimento de projetos focados em problemas de relevância local - através da estratégia educativa Escola Aberta -, promovendo simultaneamente o ensino experimental das ciências, a literacia científica e a cidadania, e contribuindo para o desenvolvimento e bem-estar da comunidade local.

O CCVE-AEFCR resulta de uma colaboração entre o AEFCR e a Plataforma de Ciência Aberta.

iNature Laboratório
de Ciência Cidadã:
IoN (Internet of
Nature)

O Laboratório de Ciência Cidadã: IoN (Internet of Nature) tem como objetivo o desenvolvimento de ferramentas tecnológicas de Ciência Cidadã que promovam a construção e comunicação de conhecimento científico em diferentes áreas naturais.

Aplicação
Insetos em Ordem

A Plataforma de Ciência Aberta e o Instituto Politécnico de Beja, desenvolveram uma aplicação de telemóvel para identificação de insetos, baseada na exposição “Insetos em Ordem”, produzida pelo Tagis - Centro de Conservação das Borboletas de Portugal, cE3c - Centro de Ecologia, Evolução e Aterações Ambientais e MUHNAC - Museu Nacional da História Natural e da Ciência. 


Trata-se de uma aplicação, compatível com dispositivos com sistema operativo baseado em Android, que permite a classificação, até à Ordem, de um inseto observado. Foi desenvolvida no seguimento da exposição “Insetos em Ordem”, que esteve patente na Plataforma de Ciência Aberta até fevereiro de 2018.

 

A exposição, em itinerância desde 2010, diferencia-se pela relação que estabelece com os seus visitantes. Em vez de disponibilizar a informação científica de uma forma passiva, o conceito dos “Insetos em Ordem” leva os visitantes a passarem pela experiência individual da identificação da ordem de um inseto.

Envie-nos as suas ideias

Gostaria de colaborar com a Plataforma de Ciência Aberta
no desenvolvimento de projetos em ciência, tecnologia,
inovação, educação?

Contacte-nos através dos seguintes endereços de email:

QUER PASSAR A ACOMPANHAR MAIS DE PERTO AS NOSSAS ATIVIDADES?

ENTÃO DEIXE AQUI O SEU ENDEREÇO DE CORREIO ELETRÓNICO.

badge.png